Os futuros dos índices de acções norte-americanos sobem esta segunda-feira com os investidores a apostarem que o ataque com mísseis contra a Síria, liderado pelos Estados Unidos, não se agrave para um conflito mais alargado.

O foco voltou aos resultados, com o Bank of America a anunciar um aumento de 34 pct no lucro trimestral. As suas acções sobem 0,84 pct na negociação pré-mercado.

O JP Morgan, o Wells Fargo e o Citigroup deram início à época de resultados na sexta-feira, apesar dos seus desempenhos não terem conseguido entusiasmar os investidores.

Dados da Thomson Reuters prevêem que as empresas do S&P 500 anunciem um aumento de 18,6 pct nos lucros no primeiro trimestre, o seu maior aumento em 7 anos.

Muitos 'traders' dizem que as reacções aos resultados podem ser mudas com os participantes do mercado a já terem precificado os benefícios dos cortes de impostos às empresas, reflectidos no forte 'rally' do mercado bolsista em 2017 e no início de 2018.

Os futuros do Nasdaq 100 e-minis seguem a ganhar 0,59 pct, os do S&P 500 e-minis somam 0,57 pct e os futuros Dow e-minis avançam 0,60 pct. Texto integral em inglês: (Reportagem de Sruthi Shankar, Traduzido para português por João Manuel Maurício, Gdynia Newsroom Editado por Patrícia Vicente Rua em Lisboa)

Want to learn how to invest?

Get a free 10 week email series that will teach you how to start investing.

Delivered twice a week, straight to your inbox.